Caro amigo,

 

 

Estou cada dia mais impressionado com a quantidade de bons trabalhos em fotografia que existem por ai. No Instagram, a facilidade de descobrirmos novos fotógrafos é tamanha que somos inundados pelos mais variados tipos de trabalho a todo instante e confesso que me agrada muito ver a qualidade que muitos desses imprimem em seus trabalhos. Não posso negar que inicialmente, do ponto de vista de alguém que inicia sua caminhada seja um pouco assustador imaginar como fazer para se destacar entre tanta gente com qualidade, porém, ao passo que reflito um pouco mais sobre, esse sentimento se transforma em motivação e alegria, pois antes de querer me tornar um fotógrafo sou um apaixonado por fotografia e ver todos estes trabalhos lindos sendo produzidos (e a grande maioria por fotógrafos brasileiros) realmente me enche os olhos de felicidade e deleite por ter o privilégio de apreciar tantas belas cenas. Ainda, acredito que quanto mais pessoas interessadas em fotografia, mais espaço ela terá em meios sociais e de comunicação. No final, todos saem ganhando.

Voltando ao post, gostaria de iniciar uma série onde, semanalmente, farei a indicação de algum livro, filme, série, podcast, canal do YouTube ou conta do Instagram que, de alguma maneira, me proporcionou inspiração ou conhecimento.

20170705_173847

Para abrir esta série de postagens, gostaria de indicar o livro “O Rio Grande de Erico Veríssimo”, do fotógrafo Leonid Streliaev. Este livro está no acervo da Biblioteca de São Paulo, onde conheci a obra. Aliás, gostaria de dar esta dica extra. Com tempo livre, vá até a biblioteca da sua cidade e confira as obras de fotografia no acervo. Com certeza você vai achar verdadeiros tesouros e poderá curtir trabalhos inspiradores.

20170630_163805

O livro traz uma série de fotografias de lugares e pessoas que, sob o prisma do excelente fotógrafo Leonid Streliaev, retratam o Rio Grande do Sul que o escritor Érico Veríssimo descreve nas linhas de sua obra O Tempo e o Vento. A série literária O Tempo e o Vento, composta de 7 livros, é um romance que narra parte da história do Rio Grande do Sul (entre 1745 a 1945) através da saga das famílias Terra e Cambará.

20170705_174018

Leonid foi próximo de Érico Veríssimo, que o considerava seu fotógrafo oficial. Inúmeros retratos de Érico foram feitos por Leonid, sendo que em muitos deles é clara a intimicidade da relação entre os dois impressa em belos e sinceros retratos de Érico em seu cotidiano. O livro traz muitos desses retratos em suas últimas páginas. Um complemento ao já excelente trabalho de retratos do estado mais austral do Brasil.

20170705_173914

“Pelos campos do Rio Pardo, iam entrando na direção do poente, demandando as Missões. Ou desciam costeando as grandes lagoas, rumo do Prata (…) A fronteira marchava com eles. Eles eram a fronteira.”

 

As fotografias de Leonid, complementadas pelos trechos dos livros de Érico Veríssimo, nos levam em uma viagem no tempo por um Rio Grande do Sul de séculos atrás. Impossível admirar as obras do livro sem sentir vontade de fazer a mala e ir ver pessoalmente estas paragens que até hoje transpiram a história de um povo que ultrapassa as fronteiras dos países do Brasil e se estende aos pampas argentinos e uruguaios.

20170705_173956

“Esse era um característico das gentes daquele lugar: ninguém sabia muito bem do tempo.”

 

20170705_173939

 

Espero que tenha gostado desta primeira indicação de livro.

Pessoalmente, o pampa na América do Sul é um lugar que está na minha lista de lugares para visitar e este belo livro de Leonid Streliaev me faz ter mais certeza da unicidade e importância histórica do local. Leonid, parabéns pela excelente obra!

Um abraço!

20170630_164412